sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

SPLIT MANGER CADAVRE? X DISFORME

Apresentamos a capa e o nome do Split que lançaremos com a banda Disforme de Brasília/DF. 

Limbo, possui alguns significados como: Margem, beira. Em sentido figurado, limbo significa um lugar onde são deixadas coisas sem valor e que são esquecidas. Na Igreja Católica, identifica os que permanecem "à margem" da presença de Deus. 



Nada mais adequado em um sistema em que tantas pessoas passaram a s
er invisíveis, esquecidas pelo Estado, à margem da sociedade, abandonadas pelo Deus judaico cristão.

O Split contará com 8 músicas, sendo 4 de cada banda. A arte ficou a encargo de Marcelo Augusto. Selos e distros que estejam interessados no lançamento, entrem em contato com uma das bandas pelos contatos no fim do texto.

Disforme é uma banda de hardcore brasiliense que iniciou suas atividades em 2005 com uma proposta de fazer um som rápido e minimalista. Gravaram em 2006 o CD demo "64 Nunca Mais" de forma totalmente independente. Neste disco foram gravadas sete músicas que, posteriormente, foi lançado em Portugal pelo selo feminista Not Just Boys Fun, que fez a distribuição pelo continente europeu. Em 2008 lançaram o primeiro disco intitulado Mais Um Número contendo 18 faixas pelo selo goiano Two Beers or not Two Beers Records. A Disforme se apresentou em boa parte do território brasileiro passando por MG, GO, SP, PR e praticamente todas as regiões do DF e entorno.

Manger Cadavre?, oriunda de São José dos Campos/SP, está em atividade desde 2011, com um hardcore, influenciado pelo crust (crustcore) que apresenta de forma honesta indagações cotidianas e a luta pelo fim da exploração. Nesse período foram lançados 2 singles (Existimos! E Sua Justiça) e o primeiro EP da banda, intitulado “Origem da Queda”, em que foram gravadas 5 músicas, lançado virtualmente e com download gratuito.

Mais sobre as bandas:
https://www.facebook.com/oficialdisforme
http://disforme.bandcamp.com/
https://www.facebook.com/mangercadavre
http://mangercadavre.bandcamp.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário